Páginas

05 dezembro 2017

Bem? Só se passar a regra



  É uma atitude de louvar. Sem dúvida. Ainda para mais quando a fonte desta "cara nova" é a equipa perdedora.
  E relembro que neste jogo o Rio Ave beneficiou de uma grande penalidade duvidosa (entre o critério da intensidade e a teoria de quem bate por trás paga), adiantando-se no marcador. Já o Tondela viu negada uma grande penalidade de Cassio sobre Tomané, considerando o árbitro da partida até ser uma simulação (bem no meu entender) situação que podia proporcionar o empate no marcador.


  Espero agora, E PEÇO AO RIO AVE, que iniciativa passe a ser regra no nosso estádio (e também em Tondela que promoveu tal situação)
   Que seja regra realizar este convite. Se assim for, saberemos sempre duas coisas:
   Quem aparece é porque aceita
   Quem não aparece é porque recusa

   Isto é algo muito comum noutros desportos, sobretudo no motorizado.
   No futebol há contacto, arbitro, anti-jogo e por isso nervos à flor da pele. É mais difícil, mas acho possível criar um espaço de civismo pós jogo,
   Se no final quiserem voltar à "barracada" há diversos lugares para o fazerem.

   É um pedido que faço ao Rio Ave. Se há coisas que marcam a identidade de um Clube esta é uma delas e pela positiva.

Sem comentários: