Páginas

18 maio 2018

INJUSTIÇA x EXIGÊNCIA

  Alguns são acusados de ser injustos, a carapuça de acusado serve-me perfeitamente.
  Mas será injustiça ou exigência? Este é o meu, e de muitos, 1º e único clube. É este que queremos ver no topo. Há que ser exigente.
  
  Nestas imagens temos um bom resumo do que foi a nossa época, pelos meus olhos.

  A verdade é que jogar bem era possível.
  Ficar em 5º também.
  Bater a melhor época também.
  Jogar melhor também.
  Jogar de igual para igual com a equipa do 1º campeonato também
  Bater equipas do 1º campeonato também (Benfica e Braga)

  Quem vem para o Rio Ave tem que se habituar a uma coisa: EXIGÊNCIA MÁXIMA!

14 maio 2018

Dois Recordes na mesma semana?


  Esta semana pode espelhar o seu melhor e pior nesta época, a sua visão e capacidade de treinar e evoluir contra à sua intransigência e rigidez perante outras formas de pensar.
  A confirmar-se será um dos piores momentos do nosso treinador, alguém que aparentemente até gosta de discutir futebol, filosofias, metas e formas de as atingir.

  "Falta nesta lista o treinador Miguel Cardoso.
Convidado pessoalmente no início da época, aceitou, mas agora não estará presente"
   http://reisdoave.blogspot.pt/

11 maio 2018

Festa do Título ou Dia do Adeus?

 
  Entre os que já sabemos que vão sair em final de contrato, emprestados, jogadores que estão muito perto de ser "vendidos" e jogadores sem contrato e sem renovação anunciada, teremos um jogo de despedias.

  Neste lote temos atletas da formação, atletas com muitos anos de casa, atletas que num ano (nossos ou emprestados) deram nas vistas e verdadeiras lendas do nosso Clube.

  Especial atenção para TARANTINI. A renovação não foi anunciada. A despedida não foi preparada, nem imagino este Senhor a jogar com outra camisola e muito menos contra a nossa.

   Terá o Rio Ave direito a um grande 13 de Maio?

07 maio 2018

Num campeonato desnivelado: "O quinto lugar para nós é como ser campeão de Portugal"

  VAMOS FESTEJAR O TÍTULO! VAMOS SAIR À RUA!
  VAMOS MOSTRAS COM ALEGRIA QUE NUM CAMPEONATO ONDE É MUITO DIFÍCIL O PRIMEIRO JOGAR COM UM DOS ÚLTIMOS FOMOS MELHOR.

  VAMOS FAZER A FESTA EM CASA NO PRÓXIMO JOGO.



  Não jogamos sempre bem e estamos a jogar mal neste momento. Há que rever, identificar o problema e corrigir na próxima época. Fisicamente quebramos e a próxima época é longa.
  Mas jogamos bem noutras alturas e fomos melhores noutras alturas.

24 abril 2018

Proibido perder


  Caro Rio Ave, Rioavistas, Jogadores, Corpo Técnico e Dirigentes. Temos que estar alerta!

  Com tanta displicência de todas as partes estamos agora na posição de aflitos. Sim, Sr. Treinador! AFLITOS!

  No Rio Ave queremos sempre ser melhor.

  Já não descemos!

  Em princípio ficamos na primeira metade!

  Ser melhor para já só o 5º lugar. Ser esse tal de 1º dos outros!

  E depois para ser melhor lá temos que esperar por uma derrota do Desportivo das Aves de Vítor Gomes. E depois para ser melhor temos que passar a 3ª pré eliminatória e por aí fora no lançamento da próxima época.


  Esta displicência encheu o nosso concorrente Desportivo de Chaves de Luís Castro e trouxe ligado à máquina o adversário Marítimo de Daniel Ramos.


  NA PRÓXIMA JORNADA É PROIBIDO PERDER.

  É PROIBIDO PERDER MAIS PONTOS PARA O MARÍTIMO

  É PROIBIDO DEIXAR O CHAVES APANHAR-NOS E FICAR COM A VANTAGEM NO CONFRONTO DIRETO.

  ERA IDEAL CAVAR UM FOSSO DE 3 PONTOS PARA O MARÍTIMO CASO ESTE PERCA.

  ERA IDEAL ARRUMAR COM O CHAVES DEIXANDO-O A 6 PONTOS COM VANTAGEM NO CONFRONTO DIRETO E COM 6 PONTOS EM DISPUTA.

  ESTA FINAL É PARA GANHAR? VAMOS A ISSO!

  MAS É PROIBIDO PERDER.


  Se não perdermos poderá “bastar” uma vitória em Paços de Ferreira, um campo que até já nos foi feliz no passado.

  A equipa que esteve mais tempo em quinto lugar? Mister “as contas fazem-se no final”! 
 

  Quem diria que o nosso objetivo Europeu (não é sonho nenhum!) estaria nas mãos de tantos conhecidos com passagens pela nossa casa – Para ficar-mos todos contentes mais vale a sorte sorrir ao nosso clube. Assim todo o Vilacondense e “ex-Vilacondense” fica feliz.

13 abril 2018

Uma equipa para a História? É possível


  Podemos bater um recorde sem dúvida. Temos tudo para isso.
  Vejamos os registos:

Nas vitorias
43% - épocas 81/82 e 82/83 (30 jornadas) com Mourinho Félix e Quinito
41% - épocas 15/16 e 16/17 a (34 jornadas) com Pedro Martins e Capucho/Luís Castro

14 vitórias - épocas 15/16 e 16/17 a 34j Pedro Martins e Capucho/Luís Castro
13 vitórias - épocas 81/82 e 82/83 a 30j Mourinho e Félix Quinito

   Neste momento já temos 13 vitórias. Temos tudo para bater o valor absoluto e talvez o valor percentual também, esse que é o mais justo (até porque em teoria entraram 2 adversários mais acessíveis).

Nos Golos
1.43 golos/jogo - época 82/83 (30 jornadas) com Quinito.
1.29 golos/jogo - época 15/16 (34 jornadas) com Pedro Martins.

44 Golos - época 15/16 (34 jornadas) Pedro Martins
N'Bola não deu hipóteses a ninguém e balançou a rede por 20 ocasiões e o Central Duarte sá foi o segundo melhor da equipa com 5 Golos em 21 encontros.
43 Golos - época 82/83 (30 jornadas) Quinito
Guedes e Bressan (com mais minutos em campo) marcaram 6 Golos, mas Postiga conseguiu 5 em 11 partidas

  Neste capítulo será bem mais complicado pois estamos com apenas 35 Golos, mas para chegar às vitórias também vamos ter que marcar e normalmente não ficamos por um.

  Nota para a coletânea de treinadores que esta estatística reúne. Estes números não nascem do acaso.

14 março 2018

E nós? - Campeonato sub-23 - CONFIRMADO

  O texto anterior, escrito segunda feira para ser lançado na noite de ontem, após rescaldo da jornada, felizmente saiu a tempo de uma "figura triste".


  Eu também acredito neste conceito. O modelo pode ser melhor ou pior. Vamos agora aguardar pela oficialização do campeonato e modelo competitivo.
  Na dimensão Rio Ave parece melhor opção do que a Divisão D'Elite AF Porto e menos dispendiosa do que a Segunda Liga.
  Parabéns Rio Ave! Venha de lá essa equipa competitiva.

13 março 2018

E nós? - Campeonato sub-23

  Belenenses, Sporting e Sporting de Braga já anunciaram publicamente que estarão presentes.
  Acredito que nós somos uma dessas equipas. Já tendo uma equipa B constituída e com os acessos aos escalões mais competitivos cada vez mais questionada (de forma bem legítima) pelos Clubes com tradição nessas competições e com aspirações a mais, este campeonato vem mesmo a calhar. Está muito perto daquilo que me parece ser o modelo ideal. Daquilo que se tem falado, apenas lhe acrescentaria mais competitividade promovendo mais títulos através de competições mais curtas (mas deixemos essa avaliação para a apresentação pública e final da solução)

  Imagino que o Rio Ave também estará à espera do anuncio oficial da FPF para dizer presente. Eu aceito, mas gostava que nos colocasse-mos no plutão da frente da "pressão" e da "mudança de paradigma".

07 março 2018

Um Plantel em decomposição - Para 18/19 sobram 11 jogadores

  Claro que o transfermarkt.com pode estar desatualizado ou errado.
  Claro que entretanto podem ter sido realizados novos contratos, com novas datas de fim.


  Mas este é o cenário público que temos. E é muito mau!
  Dos 24 jogadores que compõem o plantel, sobram 11 atletas. Há muitos empréstimos que acabam, em alguns há opção de compra, mas não são os jogadores que mais nos convencem. Ainda assim são muitos os contratos perto do fim.

  Nota para algumas situações muito preocupantes:
  Ficamos sem laterais esquerdo.
  Ficamos sem avançados.
   Sobram 2 centrais -  Monte e Silvério (aqui podem aparecer dois jovens - Filipe Almeida e Kelechi) - APENAS UM NA OPINIÃO de MIGUEL CARDOSO
   Sobram 2 GR - Rui Vieira e Carlos Alves.